ROTUNDAMENTE NEGRA©


ROTUNDAMENTE NEGRA©


Porque me acepto
rotundamente libre
rotundamente negra
rotundamente hermosa.

Sunday, August 26, 2012





QUISE ©


Quise arrancarme los ojos porque estos no me pertenecían
Quise borrar mis apellidos porque no eran míos
Quise aumentar el volumen de mis nalgas 
porque estas no correspondían
Quise olvidar mi lengua porque el acento me era ajeno
Quise oscurecer mi piel 
porque su tono no era lo suficientemente oscuro 
Quise volver a casa porque en esta no me querían
Quise quemar la escuela porque yo no existía
Quise borrar los libros donde mi imagen estaba errada
Quise nacer de nuevo y descubrirme en otra historia
Yo quería que la realidad fuera distinta 

Pero era esta
Entonces
me converti en poeta.


QUIS ©

Eu quis tirar os meus olhos porque estes não me pertenciam
Eu quis apagar os meus sobrenomes porque não eram meus
Eu quis aumentar o tamanho da minha bunda 
porque a minha era muito pequena
Eu quis esquecer minha língua 
porque senti que meu sotaque era alheio
Eu quis escurecer minha pele 
porque o cor escura não era suficiente
Quis voltar para casa porque aqui eles não me queriam
Quis queimar a escola porque eu não existia
Quis apagar os livros porque minha imagem estava errada
Quis nascer de novo e descobrir-me numa outra historia
Eu queria que a realidade fosse distinta
Mais era esta
Então
Tornei-me poeta.